site da OIT - Escritório Brasil
Reduzindo o déficit de trabalho decente
 
Retorna a página inicial link para Work in Freedom
foto trabalhadores foto trabalhadores
Combate ao Trabalho Escravo
 
in english english
 
 
Brasil
 
   
   
   
   
     
 
OIT
 
   
   
   
 
Fotos: Sérgio Carvalho

 

Perguntas e Respostas

  P - O que é trabalho forçado? Quais são as diferentes formas que ele assume? Quais são suas causas?
  R - O trabalho forçado pode assumir várias formas. De forma concisa, é a coerção de uma pessoa para realizar certos tipos de trabalho e a imposição de uma penalidade caso esse trabalho não seja feito. O trabalho forçado pode estar relacionado com o tráfico de pessoas, que cresce rapidamente no mundo todo. Ele pode surgir de práticas abusivas de recrutamento que levam à escravidão por dívidas; pode envolver a imposição de obrigações militares a civis; pode estar ligado a práticas tradicionais; pode envolver a punição por opiniões políticas através do trabalho forçado e, em alguns casos, pode adquirir as características da escravidão e o tráfico de escravos de tempos passados.

A seguir, alguns exemplos, começando pela escravidão por dívida. Um pequeno agricultor do interior é recrutado para trabalhar numa plantação distante de sua área de origem durante a época da colheita. O recrutador oferece ao agricultor um adiantamento em dinheiro, sendo que o agricultor concorda em pagar sua dívida trabalhando na plantação. Já trabalhando na plantação, o pequeno agricultor tem que comprar comida e outros bens no armazém da fazenda, todos com preços inflacionados. Ele ou ela endivida-se cada vez mais, e um círculo vicioso de escravidão por dívida começa. Nenhum sindicato participa desse processo para dar assistência aos trabalhadores - eles estão isolados e não têm a quem recorrer. Na colheita do próximo ano, o trabalhador talvez traga sua família, desse modo ele aumenta a rede do trabalho forçado e priva seus filhos do direito de ir à escola, por exemplo. Um tipo parecido de escravidão por dívida existe em sociedades rurais tradicionais dominadas por grandes proprietários de terra. Em outros casos, envolve o comércio de crianças. Esses tipos de trabalho forçado se alimentam da pobreza e do desconhecimento que perpetuam a prática.

Outro tipo de trabalho forçado que está se espalhando é o relacionado ao tráfico de pessoas. Um jovem ou uma jovem podem ser seduzidos pela oferta de um trabalho legítimo num restaurante, clube noturno ou casa de família em uma cidade grande distante. Ingenuamente, eles concordam em viajar clandestinamente para um outro país, freqüentemente pagando caro pela viagem e tendo o compromisso de pagar sua dívida com o trabalho futuro. Mas logo depois que chegam, os traficantes tomam seus passaportes e seu dinheiro e os forçam a trabalhar em empresas de fundo de quintal ou, pior, no mercado da prostituição. Os casos mais terríveis envolvem adolescentes e crianças.

Esses exemplos de trabalho forçado estão em parte relacionados com circunstâncias econômicas. Mas fatores políticos também podem estar por detrás do trabalho forçado, como ocorreu durante o domínio de Hitler e de Stálin no século passado e em alguns momentos mais recentes.

Tendo por detrás motivos políticos ou econômicos, o que é certo é que o trabalho forçado suprime a liberdade do ser humano. Não há lugar para isso no século XXI.

› voltar

 

 
 
 
Escritório de Brasília:   Tel.: +55.61.426-0100   Fax: +55.61.322-4352  
e-mail: brasilia@oitbrasil.org.br  |  Brasilia/AO:  [ Acima | Sede (Genebra) | Regional (Lima) ]